atelier terrarosa

sobre

 
atlierterrarosa_5.png
 
 

É engraçado como toda jornada nos faz voltar ao ponto de partida.

A minha não é diferente. Começa em uma infância cercada de mato, bicho, terra, horta e fruta no pé no sítio do vô. Os brinquedos preferidos eram o lápis e o papel, e as brincadeiras prediletas, encapar caixinhas, inventar coisas novas, dobrar, cortar, brincar com os tecidos da vó. Sempre tive uma fascinação pelo papel, sempre fiz coisas à mão, sempre vi minha mãe e avós e tias fazerem coisas à mão. Essa ligação com a natureza e com o tempo veio cedo, virou minha base – mas só há pouco tempo eu entendi a que ponto ela me moldou.

Entre e começo e o agora, minha jornada até aqui foi sempre marcada por transformações. Sou formada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina; morei por dois anos na França, onde entendi o sentido do que é fazer as coisas com apreço; de volta ao Brasil, joguei a moda para o alto e para seguir no design gráfico. Quando almejei por uma vida mais livre e em um ritmo diferente do usual (no qual nunca me encaixei) me tornei autônoma, fazendo um pouco de tudo entre ilustrações e materiais visuais. Foi também quando ganhei a liberdade da experimentação: aprendi caligrafia, ilustrei a natureza que tanto amava e um dia me perguntei porque não fazer uma papelaria totalmente handmade?

Assim, o Atelier Terrarosa chegou em meados de 2016. Ele é o resultado de um sincero olhar para dentro, através do qual (re)descobri e assumi tudo aquilo que faz meu coração mover – e assim realizo, todos os dias, o sonho de poder criar no papel.

Tudo o que você vê aqui passa pelas minhas mãos. Corto, imprimo, caligrafo, ilustro e crio cada cartão, cada envelope, cada detalhe. O que eu consigo fazer, eu faço; o que não consigo, descubro como. Encaro o atelier como um laboratório de experimentação. Minha esperança é que o resultado final seja um resumo de tudo aquilo no qual acredito: apreço, calma e amor.